plano de estudo para concurso público

Como Criar um Plano de Estudo Impecável para Concurso Público

Aprenda, passo a passo, como elaborar um plano de estudo eficiente e adequado ao seu dia-a-dia.

Um dos problemas que mais causam dor de cabeça a estudantes e concurseiros é a elaboração de um plano de estudo.

Tempo estudo, distribuição das matérias, organização e disciplina são problemas que paralisam os estudantes.

De fato, sem um plano de estudos eficiente, ninguém passa em concurso.

Assim, atendendo a solicitação de centenas de concurseiros, decidi escrever este artigo, explicando, passo a passo, como elaborar um plano de estudo eficiente.

plano de estudo para vestibular, plano de estudo para concurso, plano de estudo para quem trabalha, plano de estudo para o enem, plano de estudo ensino fundamental, plano de estudo mestrado, plano de estudo futuro vip, plano de estudo oab, plano de estudo perfeito, plano de estudo para concurso público, plano de estudo para concurso publico, plano de estudo para concurso,

Cuidados Mínimos

Prefira qualidade a quantidade. Não adianta nada ler uma apostila atrás da outra ou assistir vídeos, sem que atividades complementares sejam realizadas. Por menor que seja o seu horário uma aula estudada com 100% (cem por cento da qualidade) deve passar pelas seguintes etapas:

  • Assista às vídeo-aulas e faça anotações pertinentes sobre suas dúvidas e tópicos importantes. Isso vai lhe ajudar na feitura dos resumos e flash cards;
  • Imediatamente após a aula, ou, no máximo, dentro do mesmo dia, faça um resumo de no máximo uma página sobre o tema abordado. Não se detenha a minuncias. Separe palavras chaves e definições curtas;
  • Dez ou quinze minutos antes de assistir a novas aulas, revise rapidamente os seus resumos. Essa prática vai fazer com que você lembre tudo aquilo que já estudou e impedirá que o esquecimento progressivo do conteúdo (curva do esquecimento em neurolinguística);
  • Faça exercícios após cada aula;
  • Procure refletir sobre os assuntos aprendidos e relacioná-los com o seu dia-a-dia, com as notícias lidas, filmes, etc;
  • Reveze as matérias a serem estudadas dentro de um mesmo dia. Essa dinâmica mantém o aluno focado, evita o cansaço e o desinteresse;
  • Estude, no máximo 45 minutos por vez. Após esse período faça uma pausa de 05 (cinco). Coma uma fruta, se hidrate e, após esse tempo volte a estudar. Pesquisas com grupos de alunos mostram que após esse período, quase nada sobre o que for estudado será assimilado. Não é a toa que as instituições de ensino adotam períodos menores que 60 minutos como hora-aula. Você já parou pra pensar que esse pode ser o porquê?
  • Faça os seus próprios resumos. Quando você mesmo os elabora, processos cognitivos como a reflexão e a memória sinestésica (tátil) são ativados e isso vai ajudar a fixar o conteúdo;
  • Tente estudar por módulos. Este método é muito utilizado por quem quer estudar para mais e um concurso e/ou tem pouco tempo diário para dedicar-se as aulas.

 Como utilizar esse método?

Elabore 02 (duas) tabelas. A primeira, por onde você vai começar. Possuirá matérias comuns a maioria dos concursos.

Que matérias seriam essas?

A grande maioria dos concursos possuem em seu rol:

  1. PORTUGUÊS;
  2. INFORMÁTICA;
  3. DIREITO CONSTITUCIONAL;
  4. DIREITO ADMINISTRATIVO;
  5. DIREITO PENAL (dê preferência ao estudo dos crimes funcionais – praticados por servidor público);
  6. DIREITO CIVIL;
  7. DIREITO PROCESSUAL (CIVIL E PENAL);

Distribua essas matérias pela sua tabela. Revezando as matérias e alocando, no mínimo, duas por dia.

Após estudar todo o conteúdo desses títulos, você estará apta a começar o segundo módulo (tabela), a qual deve conter as matérias específicas do seu cargo como:

  1. DIREITO PREVIDENCIÁRIO;
  2. LEI 8112/90 (PRESENTE, APENAS, EM CONCURSOS FEDERAIS);
  3. DIREITO ELEITORAL;
  4. REGIMENTOS INTERNOS;
  5. DIREITO DO TRABALHO E PROCESSUAL DO TRABALHO;
  6. RACIOCÍNIO LÓGICO / MATEMÁTICO;
  7. CONHECIMENTOS GERAIS E ATUALIDAES.

Como Criar um Bom Plano de Estudo para Concursos Públicos?

Boa parte dos problemas da grande maioria dos estudantes poderiam ser resolvidos com a simples adoção de um plano de estudos.

Isso mesmo. Elaborar um plano de estudos realizável e adaptado as particularidades do dia-a-dia de cada aluno é um problema para a maioria dos Concurseiros. Entre as principais queixas, estão: falta de tempo, ausência de concentração e dificuldade para assimilar matérias e conteúdos.

A adoção de um plano de estudos bem elaborado é a solução para reduzir significativamente esses problemas e potencializar os resultados, tornando você mais eficiente.

Afinal… O que é um plano de estudos?

Um plano de estudos é uma estratégia organizada, planejada conforme a realidade pessoal do aluno cujo objetivo e permitir capacitar o estudante a ter chances reais de passar em concurso. Na prática, você irá definir quando, como e o que irá estudar.

Como montar um plano de estudos que atenda as minhas necessidades?

Existem diversas maneiras de elaborar um plano de estudos.

Primeiramente você deve criar uma planilha, seja ela em uma folha de papel ou num arquivo do Word ou Excel, a planilha deve possuir 8 colunas e algo em torno de umas 30 linhas.

Distribua os dias da semana e os horários conforme demonstrado na imagem abaixo:

plano de estudo, plano de estudos, plano de aula, planos de aula, planejamento de estudo, cronograma de estudo, estudo, planejamento de estudos, planos de estudo, planos de estudos, como montar um plano de estudo, cronograma de estudos, planilha de estudos, como montar um cronograma de estudos, plano de estudo concurso, modelo de plano de estudo, planos de aulas, plano de aulas, calendário de estudos, tabela de estudos, como fazer plano de estudo, plano de estudos enem, plano de estudo ingles, modelo de plano de estudos, plano de estudo de ingles, estudo do plano, como elaborar um plano de estudo, como montar um plano de estudos, exemplo de cronograma, plano de estudo enem, como fazer cronograma de estudo, modelo de cronograma de estudo,

Feita a tabela, você deve marcar as suas atribuições diárias (trabalho, trânsito, almoço, afazeres domésticos, etc) e encontrar brechas, nas quais serão distribuídas as matérias do seu concurso. Se optar pelo estudo em módulos faça duas tabelas.

Para exemplificas, digamos que você tenha a seguinte rotina diária:

– 07:00 às 17:00h – Trabalho;

– 18:00 as 19:00h – Trânsito;

– 19:00 as 21:00h – Jantar, tomar banho e etc.

– 21:00 as 23:00 – HORÁRIO LIVRE

– 23:00H em diante – Dormir

Neste exemplo, você teria 2 (duas) horas, de segunda a sexta-feira para estudar, sem contar os finais de semana.

É assim que você deve elaborar o seu plano de estudo.

Dentro dessa hipótese, considerando que dadas as suas particularidades o mais indicado seria estudar por módulos, eu sugeriria a seguinte distribuição das matérias para o módulo I (MATÉRIAS COMUNS):

Segunda-Feira das 21:00 as 23:00h; – Estude gramática e informática;

Terça-Feira das 21:00 as 23:00h; –  Direito administrativo e Direito Constitucional;

Quarta-Feira das 21:00 as 23:00h – Direito Penal e Processual Penal;

Quinta-Feira das 21:00 as 23:00h – Direito Civil e Processual Civil;

Sexta-Feira das 21:00 as 23:00h – Revisão das matérias;

Sábado: Simulados e questões

Domingo: DESCANSO E LAZER

Observe que esse sistema, traz a organização, desenvolvendo disciplina, constância e tornando o estudo muito mais eficiente.

Outras vantagens:

MAIOR CONCENTRAÇÃO E DISCIPLINA Com o tempo, o seu corpo irá integrar essa rotina ao seu dia-a-dia, até você se habituar. Logo (cerca de 03 meses), você começará a ter mais concentração nesses horários e absorver melhor os conteúdos;

OTIMIZAÇÃO DO TEMPO E ORGANIZAÇÃO Com o plano de estudos você conseguirá localizar horários próprios para o estudo, tornando a sua rotina organizada e produtiva;

Com o tempo você poderá aperfeiçoar o seu cronograma, adaptando-o ao seu progresso.

Agora, faça um test drive e poste os seus resultados em nosso espaço pra comentários . Elabore o seu plano de estudo com base nessa matéria e veja como seus estudos vão se tornar mais eficientes.

Autor: Richard Ferreira Lima

 Matérias relacionadas:plano de estudo para vestibular, plano de estudo para concurso, plano de estudo para quem trabalha, plano de estudo para o enem, plano de estudo ensino fundamental, plano de estudo mestrado, plano de estudo futuro vip, plano de estudo oab, plano de estudo perfeito, plano de estudo para concurso público, plano de estudo para concurso publico, plano de estudo para concurso,

1) Dicas de como resolver provas de concursos públicos;

2) Ritalina e outras drogas da inteligência;

3) Como aprende o Cérebro;

4) Como organizar o tempo e estudar melhor para provas e concursos;

5) Nome sujo pode impedir a posse do servidor público;

6) Como escrever uma monografia ou tcc;

7) Aprenda a ler e entender um edital de concurso;

plano de estudo para vestibular, plano de estudo para concurso, plano de estudo para quem trabalha, plano de estudo para o enem, plano de estudo ensino fundamental, plano de estudo mestrado, plano de estudo futuro vip, plano de estudo oab, plano de estudo perfeito, plano de estudo para concurso público, plano de estudo para concurso publico, plano de estudo para concurso,

 

 

No votes yet.
Please wait...

Sobre Richard Ferreira Lima

É concurseiro, trabalha no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, bacharel em direito e pós-graduado em Direito do Consumidor pela Escola Paulista de Magistratura.

Deixe uma resposta